Já que estamos falando de novidade…

Depois de muitos e muitos meses pensando a respeito, resolvi fazer uma tatuagem!

Como sou uma pessoa que normalmente enjoa rápido das coisas, precisava ser algo que eu tivesse certeza que não enjoaria e numa parte do corpo pra onde eu não olhasse o tempo inteiro. E foi. Escolhi fazer uma frase de uma artista pela qual nutro grande admiração: Louise Bourgeois.

Eu gosto muito de artistas que trabalham com questões mais profundas do Ser, e que suas obras refletem essa busca pelo autoconhecimento (?). Art is guarantee of sanity. L’art est la garantie de la santé mentale. Ou melhor, a arte é a garantia da sanidade. Segundo a artista, essa é a coisa mais importante que ela já disse em toda sua vida. Provavelmente esse aforismo é fruto de um período de sua vida em que Louise se dedicou ao estudo da psicanálise, outro motivo pelo qual escolhi essa frase – tenho bastante afinidade com a teoria psicanalítica, sobretudo a leitura de C.G. Jung.

Bem, antes que vocês perguntem, fiz a tattoo na costela e não doeu nada, fez cócegas, e muita. Rs.

Gostaram?

Beijos tatuados,

L.

Anúncios

2 opiniões sobre “Já que estamos falando de novidade…

  1. Muito interessante sua escolha. A busca do autoconhecimento é antiga e move as pessoas mais renomadas na ciência e afins. Esse assunto muito me interessa. Já presenciei alguns cursos sobre, li alguns livros, incluindo sociedades secretas, como a Ordem de Rosacruz, da qual vc certamente já ouviu falar, como historiadora. A psicanálise e a questão dos sonhos também me intriga. Sonhos lúcidos, REM, e filmes que contam sobre isso são igualmente fantásticos. Me vem a memória Vanila Sky e a Origem, agora.
    Particularmente, no que tangência a arte, como forma de expressão única do ser humano, sua produção e publicacao é o que nos mantém vivos e pensantes; digo, concordo e vou alem de Louise, considerando-a, lato sensu, íncluindo todas as formas de expressão humanas, como a forma de nos manter vivos. Fazendo uma ponte com a racionalidade cartesiana: a produção artística precede o pensar, tal como o pensar precede a existência.

  2. Sim! eu já até tive vontade de frequentar a Ordem de Rosacruz, tem uma loja perto da UnB, sabia? Fiz uma matéria muito interessante uma vez, Tópicos Especiais em História Moderna, onde estudávamos as ciências ditas ocultas, desde a Idade Média, focando no século XVII. Lemos muito sobre essas ordens, a arte da memória, Paracelso, Galileu, e muitos outros. Enfim, eu achei a frase perfeita. É algo que vai ficar comigo pra sempre e precisava ser algo que tocasse minha alma. Não tem como falar de (in)sanidade e não parar pra refletir sobre si.
    Obrigada por comentar, Raphael!

Deixe uma resposta para As Mocinhas Cancelar resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: